Conceito de consultoria – Unicamp

Consultoria de negócios é uma indústria poderosa e um ramo em forte crescimento no setor de serviços. Um dicionário define consultar como “buscar informações de” e consultor como “uma pessoa cuja profissão é ser consultado por seus conhecimentos em uma especialidade”. No entanto, isso só nos proporciona uma compreensão rudimentar do que um consultor de negócios é e faz, afinal, é como o conselho é dado e implementado que faz o papel da consultoria vital no mundo empresarial de hoje.

No dia a dia empresarial os CEOs, Presidentes, Vice-presidentes, proprietários de empresas, e outros gestores lidam constantemente com problemas de grande complexidade envolvendo as incertezas, os riscos, a competição e as oportunidades desconhecidas do mercado, por isso, tomar decisões nem sempre é uma tarefa fácil. Tanto que para as principais tomadas de decisão é necessário desenvolver um trabalho de análise, criação, implantação e alinhamento dos sistemas, das pessoas, dos processos e dos indicadores de uma organização. É nesse momento que entra a consultoria.

Oferecer uma consultoria consiste em definir e indicar ao cliente qual a melhor alternativa para a tomada de decisão, uma vez que o cliente, em geral, não sabe quais são as suas reais necessidades e, por conseguinte, têm dificuldade de visualizar a melhor estratégia para a sua empresa. O consultor, por meio de diagnósticos e processos, faz o levantamento das necessidades do cliente, identifica soluções e recomenda ações. De posse dessas informações, o consultor desenvolve, implanta e viabiliza o projeto de acordo com a necessidade específica de cada cliente.

Para entender melhor, vamos fazer uma analogia bastante simples. Um consultor é como se fosse um “médico” de empresas. Um médico é requisitado em três situações:

  1. Prevenção – buscamos um médico quando queremos prevenir doenças e garantir uma vida saudável;
  2. Combate – buscamos um médico quando ficamos doente;
  3. Tratamento – buscamos um médico quando já temos um problema que requer um tratamento controlado.

Da mesma forma acontece com as empresas, o consultor é requisitado para identificar e prevenir problemas ou atuar num problema já existente a fim de garantir saúde financeira da empresa.

Em suma, consultoria é o fornecimento de serviço de apoio à gestores, governo e até ONG para a tomada de decisões estratégicas de grande impacto sobre os resultados atuais e futuros da organização.

Como é o trabalho de um consultor?

O que separa o consultor de um especialista são a perspectiva e a capacidade de canalizar meios inerentes de uma empresa para atingir um objetivo realista. A metodologia que o consultor emprega para cumprir a meta pode ser simplificada em quatro etapas.

1

Concepção da estratégia

O primeiro passo é a concepção da ideia. Este é o momento no qual o consultor avalia o negócio e, em seguida, aplica a sua perspectiva fresca e inovadora para a meta da empresa. Nesta fase, a empresa pode obter um nível de honestidade que muitas vezes é difícil de conseguir com os empregados tradicionais. Em seguida, a empresa pode definir plenamente o seu objetivo.

2

Formulação da implementação da estratégia (planos de ação)

O segundo nível é o processo de fomular a ideia e desenvolver um plano para implementá-lo. Nesta fase, o consultor trabalha em estreita colaboração com os tomadores de decisão para definir uma estratégia para atingir a meta. É aqui que o consultor garante que o objetivo é obtido de modo que a empresa possa investir com confiança.

3

Implantação da estratégia

Na terceira etapa, o consultor coloca o plano em ação. Este é o ponto em que ele ou ela vai vestir muitas máscaras diferentes em serviço para a empresa. Estas funções incluem palestrante, escritor, instrutor, analisador de risco, e até mesmo ligação do cliente. O consultor tem de prevê quais os papéis são necessários para executar a estratégia.

4

Encerramento

Na fase de acabamento, a empresa atingiu seu objetivo imediato, no entanto, o consultor deve garantir que o novo status quo é o ideal. O cliente deve ter confiança de que ele cumpriu as metas do projeto e que está preparado para enfrentar as novas exigências que o futuro lhes trará. Neste ponto, o consultor pode ter completado o seu trabalho e passar para o próximo projeto. 

O regime de trabalho pode ser permanente ou esporádico. Algumas empresas contratam consultores em uma base mais permanente, trabalhando em uma série contínua de projetos; outras empresas contratam consultores fracionários, nessas situações, os consultores têm relacionamentos de longo prazo com as empresas para que elas prestem serviços esporadicamente.

Disponível no site Clube da Consultoria Unicamp (http://consultoriaunicamp.com.br/index.php/en/conceito-de-consultoria)

Conceito de consultoria de TI – Unicamp

Consultoria em TI

Consultoria de TI é um campo relativamente jovem, que se concentra em fornecer às empresas as ferramentas necessárias para aproveitar melhor a tecnologia da informação. Além de proporcionar experiência e conselho, um consultor de TI, muitas vezes, implementa, implanta e administra sistemas de TI, em nome da empresa. Devido à prevalência da tecnologia da informação no mundo dos negócios, há uma linha clara entre a consultoria de gerenciamento e consultoria de TI. Consultores de gestão, muitas vezes, fornece consultoria de TI como um aspecto necessário de seus serviços. Um consultor de gestão, muitas vezes, produz soluções que dependem dos recursos de TI da empresa, para quem eles estão oferecendo seus serviços.

Consultor de TI

Como o campo da tecnologia da informação é tão diverso, consultoria de TI é igualmente diversificada. Serviços de consultoria de TI incluem segurança, escalabilidade, redundância, desenvolvimento de software, tendo software de desenvolvimento para o título, rede intranet, rede Internet, análise, etc. Consultorias de TI vão desde a oferta de serviços de informática largos para ser altamente especializado, como é comum em domínio da segurança.

Devido à natureza do negócio, consultores de TI nem sempre têm conhecimento íntimo da indústria do seu cliente. Nestes casos, muitas vezes eles trabalham em estreita colaboração ao lado de consultores de gestão que não se especializam nessa indústria. O consultor de TI é responsável pela implementação tecnológica, enquanto o consultor de gestão é responsável por adaptá-la às necessidades do seu negócio.

Uma das principais funções do consultor de TI são os serviços de segurança que eles proporcionam. No mundo empresarial de hoje, todas as empresas são hi-tech e cada empresa requer soluções de segurança de nível empresarial e de manutenção. Devido à natureza evolutiva das ameaças de TI, a maioria das empresas precisa dos serviços de consultoria de TI para garantir que a sua segurança está evoluindo em sintonia com as ameaças.

Outra primária, ainda que muito diferente, do papel do consultor de TI é serviços de help desk. Isto pode variar de servir como o departamento de TI de uma empresa, ou com a prestação de serviços de help desk aos seus funcionários, até fornecer suporte técnico 24/7 para os clientes do negócio. Consultores de TI podem fornecer estes tipos de serviços, tanto em casa como fora.

Retirado do site Clube da Consultoria da Unicamp (http://consultoriaunicamp.com.br/index.php/en/consultoria-em-ti)

Pesquisa de alinhamento de perfil

Peço que explore esse site para ter uma ideia inicial do que se trata este empreendimento. Após isso visite os posts conceito de consultoria e conceito de consultoria em TI para que tenha um embasamento teórico sobre o assunto.

A intenção deste empreendimento é de reunir profissionais especialistas nos mais diversos assuntos/áreas da TI para que, através da complementação de habilidades, seja prestado o melhor serviço possível para empresas. Serve também como um grupo para compartilhamento de informações e busca pelo aperfeiçoamento das qualificações entre seus integrantes. Respeitando as diferenças e procurando agir com objetivo de fortalecer o grupo deverá ser constituído por diferentes pessoas e combinação de habilidades e conhecimentos. Assim procuraremos desenvolver missão, visão e valores para que possamos alinhar o perfil de equipe buscado. Em princípio a estruturação inicial deste empreendimento está composta de 6 etapas iterativas (Modelo Espiral):

1- Busca de pessoas com habilidades e interesse em fazer parte da equipe.

2- Levantamento de necessidade de clientes através de pesquisas on-line e de campo.

3- Aperfeiçoamento de habilidades e conhecimentos, quando necessário.

4- Estruturação de metodologias para prestação dos serviços (Alinhamento de missão, visão e valores).

5- Pequisa de satisfação do cliente.

6- Volte ao passo 2

Peço que leia o questionário e dedique um tempo que poderá ser precioso para seu futuro.  O objetivo é fazer um levantamento inicial para desenvolver as próximas etapas deste empreendimento, que com certeza é dinâmico e aberto a sugestões. Clique aqui e responda.